A  MINHA  ALMA  GLORIFICA  O  SENHOR
POESIA DE TEMA RELIGIOSO

Francisco Palha

 

AVE MARIA!

 

No sino da freguesia,

Três badaladas ouvi;

Sobre a terra húmida e fria,

De joelhos, mesmo aqui,

Oremos, que é findo o dia:

Ave Maria!

 

Descendo da serrania,

Já o pastor ao curral

Os fartos rebanhos guia:

De abundância, ao de hoje igual,

Dá-lhe amanhã outro dia,

Virgem Maria!

 

A mãe que o filho cria

Já no berço o vai deitar,

Um sono tranquilo envia

Sobre o seu tecto pousar

Até ao romper do dia,

Virgem Maria!

 

Não deixeis a ventania

As negras asas abrir.

Do perigo o nauta desvia,

Dá-lhe uma estrela a luzir

Como luz o sol do dia,

Virgem Maria!

 

Ao triste manda alegria,

Ao que tem fome dá pão,

A quem teu nome injuria

Dá sincera contrição,

Antes do extremo dia,

Virgem Maria!

 

Ao moribundo abrevia

As horas do padecer

Livra-o de grande agonia;

Leva-o, depois de morrer,

Ao mundo do eterno dia,

Virgem Maria.

Home page – Plano do sítio – Poetas Portugueses